Jovem volta a andar após 5 anos sem movimentar as pernas e vídeo bomba: ‘Sensação única’

Um vídeo curto, com duração de 5 segundos, e aparentemente corriqueiro: de uma mulher dando alguns passos. Quem assiste de forma fria ou apressada não imagina o gigantesco significado por trás daquelas imagens: a protagonista Raquel Guimarães, de 25 anos, voltou a andar após cinco anos sem conseguir dar um passo sequer.

Se você não sai das redes sociais, possivelmente já assistiu ao vídeo postado no sábado (26), que, desde então, tem bombado na internet. “Parece q tô bêbada? Sim. Tâ? Não! Voltando a andar depois de 5 anos”. É assim, com legenda bem humorada, que a jovem compartilha com milhares sua conquista, filmada na última sexta-feira (25).

Antes, vamos rebobinar um pouco a fita. A moça alegre da postagem e do vídeo perdeu o movimento das pernas em 2014, após uma cirurgia barátrica. “Os movimentos foram perdidos depois que ela começou a sentir formigamento, dormência e câimbras, mas os médicos nos falavam que não tinha relação alguma com a cirurgia”, conta ao BHAZ Valdirene Guimarães, mãe de Raquel.

Em dezembro daquele ano, Raquel foi parar no CTI, pois seu organismo estava com falta de vitamina B12, que está relacionada ao sistema nervoso e cardiovascular. “Os médicos tentaram repor a vitamina, mas mesmo assim a Raquel parou de sentir os movimentos da cintura para baixo. Ali começava a parte mais difícil do tratamento”, relembra.

As idas da casa para o hospital se tornaram frequentes e, no ano de 2016, uma forte anemia fez Raquel ficar “pele e osso”, conforme classifica a própria Valdirene. “Ela sofreu demais e descobrimos que a anemia veio, pois na cirurgia bariátrica o médico apertou muito o grampo no estômago e isso atrofiou o órgão. Tudo que ela comia voltava”.

Novamente internada no CTI, Raquel passou por um dos períodos mais complicados do pós-operatório, a atrofia das pernas. “Era erro atrás de erro por parte dos médicos, negligência médica. Eles não movimentaram as pernas e minha filha teve atrofia muscular”, conta Valdirene.

Um ‘anjo’ aparece

Para alívio da família, um clínico-geral viu o caso de Raquel e pediu uma série de exames. “Esse doutor foi um anjo nas nossas vidas, pois ele trouxe o médico que fez a cirurgia na Raquel e as coisas começaram a melhorar. Fizeram uma dilatação no estômago e minha filha voltou a se alimentar”, conta com alegria.

De acordo com o BHAZ, para voltar a andar, Raquel ainda teve que passar por outras duas cirurgias e diversas sessões de fisioterapia. A jovem, torcedora fanática do Botafogo, recebeu ajuda do clube do coração e, na última sexta-feira (25), conseguiu dar os primeiros passos sem o auxílio de andador e muleta.

“É uma sensação única, cada passo que eu dou, eu lembro de quando eu não conseguia nem mexer o dedo do pé. É uma emoção muito grande. Aos poucos, com muito esforço e muita fisioterapia, creio que voltarei a andar normal o mais rápido possível”, relata a jovem.

As mensagens de apoio chegam de diversos lugares do país e isso é um fator que ajuda a jovem a seguir o tratamento. “É incrível, tem apoio de todos os lados. Tem momentos que o desânimo toma conta, me sinto desmotivada e as mensagens me dão forças demais e me fazem entender que eu estou no caminho certo e não poso desistir”, conta Raquel com alegria.

O vídeo, postado nesse sábado (26), foi visto mais de 1 milhão de vezes no Twitter e teve mais de 9 mil compartilhamentos. Nos comentários, o apoio citado por Raquel. “Parabéns por sua vitória. Força para seguir adiante”, “Parabéns, muito feliz com sua recuperação que Deus lhe abençoe sempre”, disseram alguns internautas.

Fonte: BHAZ