Saiba reconhecer os sinais que um bebê usa quando ainda não consegue falar com seus pais

Listamos aqui alguns sinais de comunicação que um bebê usa para se comunicar quando algo não vai bem.

É comum os pais sentirem medos ao verem o bebê chorando sem parar, e acabam ficando preocupados sobre seu estado de saúde, querendo descobrir o que de fato está o incomodando.

É difícil compreender o que realmente eles querem, já que ainda não sabem falar. Após alguns estudos, os especialistas descobriram algumas formas de comunicação, pelas quais as crianças conversam com os pais.

Comunicação pelo choro

Durante os primeiros 4 meses, a principal comunicação do bebê é o choro, por isso precisamos ficar atentos para podermos compreender.

Choro de chamada: A criança ficou sozinha sem tua presença por um tempo, então tudo o que ela quer neste momento é ser colocada em seus braços. Então, ela começa a chorar por 5 a 6 segundos e para por 20 segundos, esperando ver o resultado, se os pais não atenderem a tendência é repetir por muitas vezes.

Choro de fome: O choro é histérico, o bebê fica agitado podendo emitir sons de sucção.

Choro de dor: Esse também é um choro contínuo, o bebê fica inquieto, mostrando aos pais que algo não está bem, nesta hora não adianta dar mamadeira ou trocar a fralda. Se perceber que a criança começa a chorar mais silencioso, pode ser que já esteja perdendo suas forças, procure um médico imediatamente.

Choro por processos fisiológicos: Esse choro indica um pedido de socorro, um gemido ou um grito agudo, mostra que algo não está bem. Excessos de gases presos, defecação ou xixi, pode trazer sensações agonizantes para uma criança.

Choro sonolento: A criança está com muito sono, no entanto, acaba brigando contra ele e não consegue adormecer. O choro é um gemido monótono, que vem acompanhado por um bocejo, o bebê começa esfregar os olhos e os ouvidos.

Choro desconfortável: É um choro irritante, acompanhado de inquietação. Verifique suas fraldas e veja se suas roupas estão confortáveis, pode ser também que a criança esteja sentindo frio ou calor.

Existem também os movimentos por meio da linguagem corporal, descubram logo abaixo quais são:

Arqueia: Esse movimento acontece em bebês de dois meses, e indicam dores e cólicas, também pode ser um sinal que indica que ela está cheia.

Vira a cabeça: A criança pode fazer este tipo de movimento quando está perto de pessoas estranhas e também na hora de dormir.

Agarra os ouvidos: Este é apenas um movimento de consciência, o bebê começa a conhecer partes do seu corpo. Só deve se preocupar, se este movimento vir acompanhado de um choro repetido.

Fecha os punhos: Este sinal indica que a criança está com sono

Dobre os joelhos: É um sinal de dores abdominais, ela dobre os joelhos, a fim de tentar amenizar o desconforto.

Levantar os braços: Significa que a criança se assustou com alguma coisa, neste caso é preciso acalmar o bebê.