“Estava farta deles”, disse mãe que incendiou a casa com os filhos de 1 e 4 anos dentro

Uma mulher sem coração foi capaz de incendiar a própria casa e trancar a porta da frente para que seus filhos não saíssem, a menina de um ano e um menino de 4 anos estavam dentro do imóvel.

A mulher teria jogado gasolina e depois colocado fogo na casa, de acordo com testemunhas ela observava enquanto os filhos eram queimados vivos.

A criança de quatro anos morreu queimada já a menina de 18 meses foi resgatada por um vizinho e levada para o hospital em estado grave e precisou ficar na UTI.

A polícia informou que a mulher decidiu acabar com a vida dos filhos depois que seu marido se recusou a colocar os filhos no orfanato.

No dia que aconteceu a tragédia o casal havia brigado com as crianças e então o marido saiu para trabalhar e a mulher começou a se embebedar com vodka.

Na hora do almoço as crianças choravam com fome a mãe que estava bêbada ficou irritada com o choro das crianças, pegou a gasolina encharcou os móveis e o piso da casa de madeira e colocou fogo dando início a o incêndio.

A mulher então correu para fora e trancou a porta da frente para impedir que os filhos escapassem com vida.

Pelo fato da casa ser de madeira as chamas se espalharam rapidamente e uma fumaça preta começou a sair para fora através das rachaduras, nesse momento um jovem de 16 anos percebeu a fumaça e correu para casa.

O adolescente quebrou uma janela e entrou na casa, ele ouviu a garota que estava chorando no quarto e a encontrou deitada na cama.

Ele pegou a menina e a retirou da casa pela janela depois de salvar a menina o adolescente ainda voltou para casa para tentar salvar o seu irmão, mas não encontrou o garoto.

Ao ver a casa pegando fogo o menino ficou com tanto medo que se escondeu debaixo do sofá e acabou desmaiando envenenado pelos gases tóxicos produzidos pela queima da gasolina com a madeira.

Seu corpo foi encontrado embaixo do sofá quando os bombeiros finalmente conseguiram apagar as chamas.

Sua irmãzinha teve 25% do corpo queimado e luta pela vida, os vizinhos disseram que o incêndio não foi um acidente:

“A mãe estava em pé perto da casa e observava a casa queimar com os filhos dentro, ela não fez nada para tentar salvar seus filhos”.

A mulher foi presa e levada para delegacia lá confessou o crime e disse que tentou matar os filhos porque estava farta deles.