5 coisas que quem rói a unha com frequência precisa saber

Se assim que fica nervoso ou ansioso, você começa a roer unhas, essa matéria é para você.

Num primeiro momento, o problema é a transmissão de germes que isso pode ocasionar, o que não é coisa pouca! Entenda o que pode acontecer por conta dessa contaminação através do contato entre boca e unha:


1 – Podem causar onicofagia

1023_imagen

Se você gosta de roer a unha dos dedos, pode acabar desenvolvendo um comportamento crônico e que acontece sem controle chamado de onicofagia. Esse comportamento te faz arrancar as cutículas e até as unhas com os dentes. Uma das principais causas desse distúrbio é a ansiedade.

2 – A estética

habito-de-morderse-la-uñas-6

Comer ou roer unhas vai deixar as suas mãos com esta aparência aqui acima. Os dermatologistas alertam, que este hábito pode danificar a superfície da pele envolta das unhas dos dedos. Você prefere uma unha como a imagem da esquerda ou como a imagem da direita?

3 – Danifica a estrutura dos seus dentes

a18fig07

Um pouquinho que você passa de tempo mordiscando suas unhas ou mesmo cutículas já é o suficiente para que estragos sejam causados em sua estrutura dentária. Em casos mais graves, roer as unhas pode resultar em fraturas nos dentes, perda e até deslocamento na mandíbula.

4 – Pode causar Herpes

herpes

Se você achava que essa coisa de transmissão de germes e bactérias não era muito sério, é melhor tomar cuidado e pensar bastante quando for colocar o dedo na boca para comer ou roer a unha. Em casos mais raros, esse hábito pode desencadear uma reação que provoque herpes.

5 – Interrompe o crescimento das unhas

maxresdefault

Roer as unhas pode causar um dano crônico no leito da unha que pode fazer que ela fique encurtamento irreversível. Se você curte comer ou roer as unhas de forma bem profunda, a sugestão é que você pare imediatamente pois elas podem parar de crescer e ficarem curtas de forma irreversível.

Como parar de roer unhas

Em uma das nossas matérias, colocamos como parar de roer unhas, veja e compartilhe com pessoas que sofrem do mesmo mal.

Fonte: Fatos Desconhecidos