Mãe acorda de coma ao sentir toque de recém-nascido, 23 dias após parto

Há evidências científicas de que o contacto entre a pele da mãe e do bebé é um importante vínculo, sobretudo nos primeiros dias de vida do recém-nascido. E prova disso é a história que apareceu no Balanço Geral sobre uma mulher acordou do coma em que estava desde o parto, assim que o filho lhe foi colocado junto ao peito.

Escreve a Revista Renascer da Globo que até mesmo médicos e especialistas ficaram emocionados com a história desta mulher de Fortaleza. 

Cristina Alves da Silva, de 28 anos, não apresentava estímulos sensoriais e auditivos ou movimentos desde o dia do parto. Mas assim que a equipe médica colocou o filho junto à sua pele, a mulher reagiu e começou a chorar. 

Uma semana depois, contrariando todas as expectativas, Cristina recebeu alta da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) onde estava internada. 

A mulher, ainda grávida de 37 semanas, entrou em convulsão devido a um problema de saúde diagnosticado quando esta tinha apenas sete anos de idade. Foi então levada de urgência para a Maternidade-Escola Assis Chateuabriand, onde foi realizada uma cesariana de emergência. 

O bebé, Vitor Hugo, foi encaminhado à UCI neonatal, onde ficou por seis dias, enquanto a mãe seguiu para o pós-operatório na UCI obstétrica.