A esposa de Guilherme de Pádua fala pela primeira vez e diz como é ser esposa do ex-ator

Numa sexta-feira, no final de 2017, Juliana de Pádua Lacerda deu entrevista à revista Veja e, pela primeira vez, falou do seu casamento com Guilherme de Pádua, que em 1992, foi acusado e condenado pelo assassinato de Daniella Perez, filha da famosa autora de novelas Gloria Perez.

Aos 30 anos de idade, Juliana contou que conheceu Guilherme em 2015, numa festa de aniversário organizada pela Igreja que ambos frequentavam. A festa foi organizada por voluntários que trabalham em presídios e frequentam a Igreja Batista de Lagoinha em Minas Gerais.

Juliana frisa que ele já era atuante no grupo desde 1999 e ela participa do grupo há cerca de 2 anos e que já sabiam quem ele era desde a primeira vez que o viu, mas que lidou de maneira normal sobre o fato, encarando-o como um amigo ou irmão da igreja.

Em pouco tempo, as qualidades de Guilherme de Pádua encantou Juliana. Ela diz que o carisma, a simpatia, o carinho dele na lida com as pessoas, foram as qualidades que mais chamaram sua atenção.

Guilherme de Pádua teve dois casamentos antes de Juliana. O primeiro foi com Paula Thomaz (atual Paula Nogueira Peixoto), com quem cometeu o famoso crime. A relação não resistiu e separam-se na cadeia e oficializaram o divórcio na condicional de Guilherme de Pádua.

O segundo foi com Paula Maia, em 2006, de quem se separou em 2014. Paula definiu em entrevista ao Ego que sua separação foi conturbada. Chegou a mencionar antes da entrevista, estar com medo, mas negou posteriormente.

Aparentemente o segundo casamento deixou Guilherme mais fechado para o compromisso, porque para a Veja Juliana revela que chegou a questionar depois de um tempo de namoro se ele tinha medo de se casar. Ele assentiu e disse que o casamento cristão não poderia ser desfeito. Era algo sério. Por já ter sido casado anteriormente, ele não poderia se casar novamente, mas o conselho da igreja consentiu.

Apesar de o rapaz afirmar que iria fazê-la desistir dele e do casamento, Juliana se manteve firme e foi pedida em casamento, que foi celebrado em março, conforme noticiamos.

Juliana diz que seu pai teve receio antes de conhecer Guilherme de Pádua, mas depois de conhecê-lo melhor o medo deu lugar ao carinho. Juliana afirma que nunca teve medo e que está casada com o Guilherme de hoje, o do passado não existe mais e não importa para ela.

Entretanto, é xingada todos os dias e lida com isso com serenidade. Segundo ela, da parte dos familiares e amigos próximos não houve rejeição.

Leave a Reply